MENINA DIZ TER SIDO ESTUPRADA PELO PADRASTO EM LONDRINA

17/01/2013 14:54

A Polícia Civil de Londrina investiga o estupro de uma menina de 11 anos em Londrina. A garota teria sido obrigado a manter relações sexuais com o padrasto por duas vezes. 

De acordo com o delegado William Soares, os estupros aconteceram nos dias 8 e 9 de janeiro. Porém, somente na manhã desta quinta-feira (16) foram descobertos pela avó da menina. 

Em depoimento, a menina contou que o homem se aproveitou do momento em que a mãe dela não estava em casa para cometer o crime. Além disso, ele ameaçou-a para que não contasse nada a ningém e falou que caso tudo fosse descoberto a mãe também seria presa, já que os estupros aconteceram dentro da própria casa. 

Soares explicou que a garota, após manter relações sexuais com o homem, começou a apresentar sangramento vaginal. No entanto, a mãe não desconfiou e pensou que se tratava da 1ª menstruação da filha. 

Após os episódios, a menina começou a ter um comportamento estranho, levantando suspeita de que algo teria acontecido, e passou a morar com a avó. Na manhã de hoje, ela revelou os estupros do padrasto. 

Revoltados, familiares foram atrás do suspeito, no bairro Industrial. Ele foi agredido e levado para o Hospital Universitário com provável fratura no braço, cortes no rosto e contusões por todo corpo. 

O delegado adiantou que deve pedir o pedido de prisão temporária do homem. Ele possui diversos antecedentes criminais por roubo e porte ilegal de arma. 

A menina foi levada junto com a mãe para a Delegacia da Mulher, onde foi ouvida. Em seguida ela foi encaminhada para o IML para realizar um teste de conjunção carnal. 

A garota deve ser encaminhada para um centro de referência para receber tratamento.

 

fonte-Folha de Londrina