NACIONAL JOGA BEM, MAS FICA NO EMPATE COM O ATLÉTICO

25/01/2013 00:40

Pela segunda rodada do primeiro turno do Campeonato Paranaense, no Estádio Érich Georg, na noite desta quinta-feira (24/1), o Nacional Atlético Clube mesmo jogando muito bem, empatou com o Atlético Paranaense em um gol.


O NAC foi soberano no primeiro tempo, criando várias oportunidades, surpreendendo literalmente o Rubro-Negro com jogadas bem articuladas no ataque. Em uma dessas, aos 12’, o bom atacante Catatau resolveu arriscar da intermediária, a bola caprichosamente bateu no travessão do goleiro Santos.


Novamente Catatau criou dificuldades para zaga atleticana aos 18’. Depois de boa triangulação no ataque, a bola sobrou para o atacante chutar no travessão.
Aos 21’, Rafinha criou um lance perigoso pelo lado direito, após driblar seu marcador, finalizou cruzado com o zagueiro desviando a bola para escanteio.

 


Mesmo dominando o jogo, o Nacional foi ter outro lance importante somente aos 35’, quando o centroavante Willy lançou Catatau na área, o atacante teve categoria para driblar o goleiro, mas a infelicidade de não ter marcado, pois o zagueiro Héracles rebateu a bola em cima da linha.

O Atlético realizou bom contra-ataque aos 46’, com Junior Barros. Ele invadiu a área pelo lado esquerdo chutando forte, a bola passou perigosamente pela pequena área.

 

Para a etapa final, as equipes voltaram sem modificações, com o Atlético tendo aparentemente o domínio do jogo nos minutos iniciais. Mesmo assim, o NAC criou um lance incrível aos 6’. Pelo lado direito, Rafinha cruzou para Willy subir mais do que o zagueiro para cabecear, a bola foi por cima do travessão.

O Atlético rondava a área, mas encontrava dificuldades para superar a zaga, até que aos 12’, Zezinho resolveu arriscar de fora da área, a bola foi espalmada pelo goleiro Vinicius no canto esquerdo baixo, em uma defesa sensacional.

O Furacão chegou novamente aos 17’. Maycon chutou com força da entrada da área, com o goleiro Vinícius praticando um boa defesa sem dar rebote.

Com as mudanças realizadas pelo técnico Carlos Nunes, o Nacional ficou mais ofensivo. O atacante Bruno Flores entrou no lugar do meia Everton e o atacante Tcharlles substituiu o lateral-direito Rafinha. Com ousadia, o NAC foi para o ataque aos 26’. Guaru recebeu passe dentro da área chutando com estilo para a defesa do goleiro.
Aos 32’, foi a vez de Jonatan cabecear por cima do travessão após cobrança de falta do Guaru pelo lado direito de ataque.
Na sequência, Doriva invadiu a área pelo lado esquerdo chutando cruzado para a defesa de Santos.

Aos 35’, o Atlético realizou um bom contra-ataque, com a bola sobrando para Harrison chutar de fora da área, Vinicius defendeu com firmeza.

Já aos 43’, o Nacional conquistou uma falta perto da área. Jonatan cobrou com maestria para a boa defesa do goleiro no canto direito superior, espalmando a bola para escanteio.
De tanto insistir, o Nacional abriu o placar aos 44’. Bruno Flores lançou Tcharlles na área, com categoria o atacante dominou a bola e de pé esquerdo chutou no canto direito de Santos, NAC 1 x 0.

Com a vitória praticamente garantida, o NAC foi surpreendido aos 46’, quando o árbitro Paulo Roberto Alves assinalou penalidade de Doriva em cima de Héracles, com os jogadores do Nacional reclamando da marcação, considerando que o jogador atleticano havia simulado a queda. Na sequência, Harrison cobrou o pênalti empatando a partida, 1 x 1.

Na próxima rodada, domingo (27), às 17 horas, no Estádio do Café, o Nacional enfrenta o líder Londrina EC (LEC).

ESCRITO POR IMPRENSA/NACIONAL AC | 24 JANEIRO 2013