ARQUEÓLOGOS ENCONTRAM PROVAS DE PASSAGEM BÍBLICA PRÓXIMO AO MAR DA GALILEIA

ARQUEÓLOGOS ENCONTRAM PROVAS DE PASSAGEM BÍBLICA PRÓXIMO AO MAR DA GALILEIA

Em três dos quatro livros que compõem os Evangelhos da Bíblia Sagrada, é relatado um grande sinal do poder transformador de Jesus na terra dos Gadarenos.

Ali, dois homens foi libertos de espíritos malignos que atormentavam a eles e toda a cidade, que foram parar em uma manada de porcos ao comando de Cristo.

Arqueólogos de Israel encontraram evidências desta passagem bíblica em Kursi, um distrito historicamente gentílico da antiga Decápole na margem do Mar da Galiléia, segundo informa o site Breitbart.

Em Kursi, foi encontrado um pedaço de mármore de 1.500 anos de idade, com inscrições hebraicas que começam com as palavras "lembrados para sempre."

Sobre o mármore, os cientistas também identificaram as palavras "amém" e "marmaria", que poderia se referir ao mármore ou à Maria, mãe de Jesus.

Nos séculos V e VI, uma igreja cristã foi construída no local a fim de se tornar uma marca do evento bíblico. No entanto, seu prédio foi destruído pelo exército persa em 614 a.C, relata o site Breitbart.

A igreja foi reconstruída, mas foi novamente destruída — desta vez, por um incêndio. O local permaneceu abandonado por mais de 1.300 anos.

A igreja foi esquecida até ser descoberta por acaso durante a construção de uma nova estrada em 1970.

Próximo às ruínas da igreja, as cavernas são ainda visíveis e há uma montanha que desce para o mar, exatamente como é descrito no relato da Bíblia.

De acordo com o apologista cristão Steve Ray, desde que Kursi teve o maior mosteiro em Israel, o local passou a ser muito estimado pelos primeiros cristãos.

"Os primeiros judaico-cristãos se lembraram dos lugares e acontecimentos em torno da vida de Cristo, e assim que o cristianismo foi legalizado, igrejas foram construídas sobre estes locais diferentes", disse Ray.

"Quanto mais coisas a arqueologia descobre, mais a Bíblia é confirmada", disse o pesquisador.

 

 

Fonte: CPAFNews