CAMARO AGORA EM VERSÃO CONVERSÍVEL E SAI POR R$ 239.900

CAMARO AGORA EM VERSÃO CONVERSÍVEL E SAI POR R$ 239.900

A General Motors lança no Brasil a versão conversível do Chevrolet Camaro. Com motor V8 de 6.2 litros, que gera 406 cavalos de potência, e capota de lona com acionamento elétrico, o esportivo chega às concessionárias neste mês por R$ 239.900. A versão cupê continua sendo comercializada a R$ 222.096. A GM estima vender cerca de 100 unidades por ano da nova versão, que será oferecida inicialmente nas cores preta, branca, cinza e amarela.

Fabricada no Canadá, a versão conversível é feita a partir da última reestilização do cupê, com novo desenho da dianteira e dos faróis, além de rodas de 20 polegadas e pneus traseiros mais largos. Por fora, a única exclusividade da versão descapotada é a antena tipo tubarão posicionada na tampa do porta-malas. Porém, foram feitas mudanças estruturais no veículo para deixá-lo sem teto.

A capota retrátil, que tem acionamento elétrico, leva cerca de 20 segundos para concluir o movimento. A peça é revestida com espuma acústica e tem um vidro térmico acoplado. Para rebater o teto, é necessário que o câmbio automático esteja na posição ‘P’ (estacionamento) e os passageiros precisam destravar a peça por uma alavanca no teto antes de começar a operação. O acionamento elétrico é feito por um botão posicionado próximo ao espelho retrovisor central. O procedimento é semelhante para fechar a capota novamente.

Tecnologias

A exemplo da versão cupê, o motorista conta com tecnologia de projeção de informações de desempenho do carro no para-brisas (head-up display), sistema multimídia MyLink com tela sensível ao toque e reconhecimento de voz, bluetooth, câmera de ré e sistema de som com alto-falantes de alta definição e subwoofer no centro do assento traseiro. Os bancos são revestidos em couro e contam com ajuste elétrico de posição e sistema de aquecimento para os passageiros dianteiros.

A versão conversível segue equipada com o motor Small Block V8 6.2 de 406 cavalos de potência a 5.900 rpm, 56,7 kgfm de torque a 4.600 giros e tração traseira. O câmbio é automático de seis velocidades, com sistema de troca de marchas por aletas atrás do volante. De acordo com os dados fornecidos pela marca, o Camaro conversível tem velocidade máxima limitada em 250 km/h e acelera de zero a 100 km/h em 4,8 segundos.

 

Descapotado e potente, esportivo alcança a velocidade do vento

Roberto Massignan Filho

Durante o trajeto entre as cidades de São Paulo e Guarujá, o Camaro continua, em termos de desempenho, se apresentando como um verdadeiro parque de diversões, já que seu motorzão de 406 cavalos empurra com bastante disposição seus 1.916 quilos. E tudo acompanhado pelo belo ronco do V8. Basta tocar o pé no acelerador que os 100 km/h são alcançados com facilidade.

Os números do desempenho podem ser acompanhados pelo head-up display, um visor projetado no para-brisa inspirado em tecnologia de aviões de caça, desenvolvida entre os anos 1960 e 1970. Resumindo: o motorista não precisa tirar mais os olhos da estrada para acompanhar a indicação dos instrumentos.

Outra tecnologia embutida no carro é a que desativa parte dos oito cilindros, quando o Camaro alcança a velocidade de cruzeiro, ajudando a poupar combustível. Com a capota aberta, além da sensação de liberdade, o motorista passa a ter um campo de visão maior, já que ele é bastante limitado na versão cupê, devido às altas linhas de cintura do carro.

Fonte: Gazeta do Povo