CORINTHIANS VENCE O SAN LORENZO E ASSUME PONTA ISOLADA

CORINTHIANS VENCE O SAN LORENZO E ASSUME PONTA ISOLADA

O Corinthians se aproveitou do fato de o San Lorenzo jogar sem a sua torcida, devido a uma punição imposta pela Conmebol, e venceu o confronto por 1 a 0 nesta quarta-feira (4), no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires, pela 2ª rodada do Grupo 2 da Libertadores. 

Apesar da vitória, o time alvinegro não fez uma boa partida e foi pressionado pelos argentinos em boa parte do jogo. O goleiro Cássio, com pelo menos duas importantes defesas, e a trave, salvaram os corintianos de sofrerem o empate após o gol de Elias, anotado já no segundo tempo. 

Com o resultado, a equipe do técnico Tite assumiu a liderança isolada da chave ao chegar aos seis pontos em dois jogos. A vitória corintiana ainda ajudou o rival São Paulo, que ficou na segunda colocação com os mesmos três pontos do San Lorenzo, mas sendo melhor no saldo de gols. 

Na próxima rodada, no dia 17 de março, o Corinthians vai ao Uruguai enfrentar o Danubio, o lanterna do grupo. Já o San Lorenzo, um dia depois, enfrenta o São Paulo no Morumbi. 

Mesmo sem torcida, o San Lorenzo começou melhor o jogo. Com muita marcação no meio de campo, o time argentino surpreendeu o Corinthians nos primeiros minutos com muita velocidade pelos lados do campo, principalmente, nas costas dos laterais Fagner e Uendel. 

E, desta maneira, quase a equipe alvinegra sofreu o primeiro gol logo aos 3min. Após um bom cruzamento do lateral Buffarini pela direita, Blanco cabeceou a bola para fora mesmo estando sozinho na pequena área do Corinthians. O goleiro Cássio nem se mexeu no lance e viu a bola sair pela linha de fundo. 

E, após o susto, o time paulista continuou sendo pressionado até os 20min, pois tinha muitas dificuldades de trocar passes no ataque. Todas as jogadas se concentravam apenas pelo lado esquerdo, com Mendoza. Sem sucesso. 

No entanto, depois a pressão inicial, os corintianos conseguiram encaixar a marcação nos argentinos e começaram a encontrar espaços entra as linhas de marcação do San Lorenzo, equilibrando a partida. E, por pouco, não foram para o intervalo com a vantagem no placar. 

Aos 32min, após rápido contra-ataque, Danilo cruzou para a grande área e Elias, de cabeça, cabeceou no canto para boa defesa do goleiro Torrico. No ataque seguinte, Renato Augusto chutou forte de fora da área e obrigou outra importante intervenção do camisa 12 do San Lorenzo. 

O técnico Tite precisou voltar para o segundo tempo com o volante Cristian no lugar de Renato Augusto, que sentiu dores após sofrer uma falta dura ainda na etapa inicial e foi substituído. Com isso, Elias teve mais liberdade para atacar. 

E a modificação acabou sendo decisiva para os corintianos. Mesmo após sofrer uma pressão dos argentinos, que chegaram a acertar a trave esquerda de Cássio com o atacante Matos, o time brasileiro fez 1 a 0 e assegurou a sua segunda vitória na fase de grupo. 

Aos 20min, após chutão do goleiro Cássio, Elias ganhou uma disputa no meio de campo, carregou a bola até a grande área do San Lorenzo e errou o passe para Petros. Mas ele mesmo pegou o rebote e chutou forte e no alto, sem chances para o goleiro Torrico. 

Aos 39min, o goleiro Cássio ainda precisou fazer excelente defesa em chute de primeira de Cauteruccio na grande área para evitar o empate.

SAN LORENZO

Torrico, Buffarini, Cetto, Caruzzo e Emmanuel Mas; Mercier, Quignón (Cauteruccio), Mussis (Villalba), Blanco (Alan Ruiz) e Romagnoli; Matos. T.: Edgardo Bauza
CORINTHIANS
Cássio, Fagner, Edu Dracena, Gil e Uendel; Ralf, Jadson (Edilson), Elias, Renato Augusto (Cristian) e Mendoza (Petros); Danilo. T.: Tite
Estádio: Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (ARG)
Juiz: Carlos Vera (ECU)
Auxiliares: Byron Romero (ECU) e Cristian Lescano (ECU)
Cartões amarelos: Fagner e Elias (COR); Mussis e Quignón (SAN)
Gol: Elias, aos 20min do 2º tempo