DEBBY, A GAROTINHA DO DIDI, FALA DE SUA PRIMEIRA GRAVIDEZ

DEBBY, A GAROTINHA DO DIDI, FALA DE SUA PRIMEIRA GRAVIDEZ

 

Debby Lagranha, 21, que fez grande sucesso com o humorista Didi na década de 2000, está esperando seu primeiro filho. A atriz conversou com O Fuxico e disse que ela e o namorado, o veterinário Leandro Franco, com quem está há quatro anos, estão muito felizes com a novidade. Ela também afirmou que este é um momento mágico, já que agora Maria Eduarda começou a dar os primeiros chutes.

“Agora que começo a me sentir mãe porque ela já chuta. Tem uma sensação diferente. Antes sabia que ela estava aqui dentro e era doido pensar que tinha alguém aqui na minha barriga porque eu não sentia. É um momento diferente. Às vezes que eu estou quietinha e do nada eu sinto ela se mexer, sinto um chute.”

O pai, que é 11 anos mais velho que Debby, também está muito animado com a novidade, tanto que ele comprou para ela um livro com todas as informações necessárias para uma mamãe de primeira viagem.

“É a Bíblia das mães e fala desde quando a mãe quando engravida até virar uma criança de dois anos. Também tenho escutado histórias de minha mãe, da sogra e, sem dúvida nenhuma, também vou querer o colinho da minha mãe quando a Maria Eduarda crescer. Ela vai ser muito chique porque terá um quartinho onde a gente mora, na casa da minha mãe e um bercinho na casa sogra.”

Casamento também está nos planos da atriz, mas não do jeito tradicional, com véu e grinalda dentro de uma igreja. Debby sonha com uma cerimônia mais simplista, sem glamour, mais poético, em um gramado verdinho durante o dia.

“Vou ser sincera, casar na igreja nunca foi um sonho meu, prefiro algo no campo, algo mais minha cara. A gente planejava isso para o ano que vem, mas chegou este presentinho e não pretendemos mudar os planos. Como diz o Leandro, em time que está ganhando não se mexe, então vamos continuar morando juntos, vamos transformar o quarto da bagunça no espaço da Maria Eduarda e, talvez, esperemos ela crescer um pouquinho e começar a andar para levar as alianças.”

O nome foi escolhido depois de uma ‘disputa’ entre o pai e a mãe, mas Maria Eduarda foi o que mais pegou entre a familia e ficou definitivamente.

“A gente estava em dúvida entre Sofia, sugestão minha, e Maria Eduarda, que ele sugeriu. Antes era Sofia e quando a gente realmente descobriu que era menina, ele falou que gostaria de Maria Eduarda e fui procurar saber o significado. Achei lindo! As famílias já começaram a apelidar de Duda... Minha avó já tinha mandado bordar nome na toalha... Acabou ficando esse mesmo. No começo era engraçado que todo mundo chamava de feijão, já que o feto tinha esse tamanho e não tinha o sexo definido.”

A atriz recordou também que chegou a passar muito mal no começo da gravidez, mas foi tranquilizada pelo médico que nada estava anormal.

“Eu parecia a Kate Middleton. No início passei muito mal, vomitava muito mesmo, nada parava no meu estômago. Só não fui internada, mas minha pressão baixava e era uma sensação de impotência. Não conseguia fazer nada. Fui ao médico duas vezes por ter pressão baixa, porém ele disse que era melhor assim do que alta.”

Vida profissional

O sentimento materno não modificou os planos de Debby seguir a carreira de atriz; ela pretende voltar a trabalhar assim que tiver com sua primeira filha nos braços.

“Pretendo voltar a ser atriz, nunca abandonei, ainda mais do final do ano pra cá, continuei fazendo testes, fotos, mas agora grávida vai ser mais complicado. Quando a Maria Eduarda nascer vou batalhar de novo. É questão de tempo. Acho que tudo tem seu tempo, Agora minha preferência é ela.”