DESAPARECIMENTO DE JOÃO RAFAEL COMPLETA TRÊS MESES

DESAPARECIMENTO DE JOÃO RAFAEL COMPLETA TRÊS MESES
A angústia da família de João Rafael Kovalski segue sem solução no Paraná. O menino de 2 anos está desaparecido desde o dia 24 de agosto deste ano. Ele foi visto pela última vez num sábado pela manhã, na cozinha de casa, em Adrianópolis, na região de Curitiba. 

Desde então o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) trabalha para achar pistas sobre onde João Rafael está. A primeira suspeita era de que o menino teria desaparecido nas águas do rio Ribeira, que fica praticamente nos fundos da casa da família. As buscas foram comandas pelo Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST) do Corpo de Bombeiros, mas nenhum indício da presença do garoto foi encontrado no rio. 

Outra hipótese levantada pelo Sicride é a de sequestro. Em entrevista ao portal Bonde, no dia 19 de setembro, os pais de João Rafael disseram acreditar na possibilidade do filho ter sido roubado por alguém. 

Passados três meses, o desaparecimento do menino ainda é um mistério. A família segue na batalha para tentar localizá-lo.
 Uma página foi criada no Facebook para divulgar do caso. Várias mobilizações foram registradas em diversas cidades em busca de informações de João Rafael.
 
Lucas Emanuel Andrade - Redação Bonde