FAMÍLIA DE DATENA É AMEAÇADA DE MORTE

A Polícia Civil de Goiás investiga uma denúncia anônima contra a família do jornalista José Luiz Datena. Segundo o delegado-chefe da Comunicação Social, Norton Luiz Ferreira, a instituição recebeu na noite de terça-feira (13) uma ligação informando que criminosos estariam saindo de São Paulo para matar familiares do apresentador do "Brasil Urgente" que moram em Goiânia.

"Abrimos uma sindicância para apurar esse crime de ameça. A denúncia, embora anônima, está sendo tratada com cautela. A Polícia Civil já recomendou à família do Datena a adotar algumas cautelas nos atos diários por questões de segurança até que a investigação seja finalizada", explicou o delegado ao Purepeople.

Para a polícia, a ameaça é decorrente do programa apresentado por Datena. "Ele é uma pessoa pública e polêmica. O Datena contraria os interesses dos criminosos". No "Brasil Urgente" de quarta-feira (14), o apresentador comentou a denúncia. Segundo ele, a ameaça aconteceu um dia após o programa destinado à discussão da cachina que, há duas semanas, matou uma família de policiais militares, em São Paulo.

"Em primeiro lugar, eu acho que ameaça é coisa de covarde, vagabundo e sem vergonha. Se foi recado, estou mandando uma banana para quem está me dando recado. Não tenho medo de ameaça, senão não estava aqui nesse programa. Recado e ameaça para mim não adianta nada. Não funciona", disse o pai da modelo Letícia Wiermann, na atração ao vivo.

(Por Anderson Dezan)