INTEGRANTE DO GRUPO LEGIÃO URBANA É ENCONTRADO MORTO EM SÃO PAULO

INTEGRANTE DO GRUPO LEGIÃO URBANA É ENCONTRADO MORTO EM SÃO PAULO

O ex-baixista Renato Rocha, integrante da primeira formação da banda Legião Urbana, foi encontrado morto, na manhã deste domingo (22), dentro de um hotel em Guarujá, no litoral de São Paulo.

De acordo com informações da Polícia Militar, o ex-baixista foi encontrado encostado na porta de um quarto de um hotel que fica no bairro da Enseada, por volta das 8h30. Uma amiga do músico estava com ele, hospedada no mesmo hotel. Ainda segundo as informações preliminares da polícia, a causa teria sido morte natural.

O corpo foi retirado do hotel e encaminhado para o Instituto Médico Legal de Guarujá. O horário do velório e do enterro ainda não foi definido.

Renato da Silva Rocha, conhecido também como Billy ou Negrete, tinha 53 anos. Ele era baixista e compositor da banda Legião Urbana, na qual fez parte da formação três primeiros discos do grupo, Legião Urbana, Dois e Que País É Este.

Em 2002, durante uma entrevista, ele havia afirmado que o Legião Urbana rendia menos R$ 1 mil por mês a ele. Também assumiu fazer uso de maconha, bebidas alcoólicas e disse que teve uma juventude marcada por estas e outras drogas.

Em 2014, Renato Rocha foi convidado para uma participação no projeto Urbana Legion. Negrete voltou aos palcos para tocar os sucessos do Legião Urbana, junto com o também ex-integrante Eduardo Paraná.

Redes Sociais
Em uma página de uma rede social em homenagem ao músico, administrada pela irmã de Renato Rocha, uma mensagem foi postada no início da tarde deste domingo. "Vai com os anjos, RenatoRocha, vai em Paz"... Força ao seu casal de filhos, sua netinha que nasceu a pouco, ao seu pai e aos seus irmãos, irmãs, sobrinhos, sobrinhas e demais familiares... Dias de luto legionário", dizia a nota.

 

Fonte: G1