JUSTIÇA MANTÉM FILME DE XUXA NUA FORA DE COMERCIALIZAÇÃO

JUSTIÇA MANTÉM FILME DE XUXA NUA FORA DE COMERCIALIZAÇÃO

A apresentadora Xuxa Meneghel conseguiu mais uma vez manter o filme Amor, Estranho Amor (1982), fora de comercialização. 

A decisão foi mantida pelo desembargador Claudio de Mello Tavares, da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ele negou o recurso da Cinearte Produções, distribuidora do filme, que pedia o direito de fazer o relançamento. No recurso, a empresa alegava que o contrato de cessão dos direitos com Xuxa havia expirado em 2009. As informações são do jornal O Globo deste domingo (3).

 Segundo a publicação, a distribuidora recebe cerca de US$ 60 mil por ano para não comercializar o longa. Xuxa fez o acordo e realiza o pagamento há 18 anos. 


No filme, a apresentadora aparece nua em cena erótica com um menino de 12 anos. "Tenho que provar quase diariamente que o que eu faço hoje não tem nada ver com o meu passado", disse Xuxa na época do acordo. (Com informações da Revista Quem).